astronomia de idiotas

geotermica
ASTRONOMIA DE IDIOTAS

há uma voz em mim
que desliza calmamente
pelos poros alucinados
de todos os outros eus.

eu estou cheio de eus.

uma voz aqui
um sopro lá:
é muito eu
pra pouco espaço.

os meus eus formam
uma aurora boreal minúscula
no espaço vazio
entre as minhas têmporas
(o espaço vazio é a mente).

eu tenho essas cosmologias
e algumas geologias
rodando dentro de mim.

sou uma placa tectônica
muito louca.

sou uma explosão geotérmica
que sente frio nos pés.

sou uma supernova
sofrendo de uma artrose ácida.

sou uma estrela
muito da metida
alheia ao fato
de que se não fosse por nós
com nossas vãs idolatrias
ela seria apenas
um brilho bobo no céu.

eu sou uma astronomia
de idiotas.

- Vaner Micalopulos





postado em por admin em poesia deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top