o mito

seu malvado
favorito
é um canalha
maldito
que vomita
delitos

você diz:
ele é mito
pois é perito
em conflito

mas não é
o mito
que muito mita:
é você
que não mita
nunca
e só imita
faniquitos

você mita
com o pirulito
dos outros

admita

- J.Castro





postado em por admin em poesia Comentários desativados

rindo da dor

nada de novo
na homenagem
ao torturador.

nada de novo
nos cuspes voando
com tanto ardor.

tipo filme de terror,
que a gente já sabe
o que acontecerá
na próxima sequência,
num fingido pavor.

mas entre o cuspidor
e o torturador,
fico com o primeiro.

do cuspidor eu rio,
acho uma comédia
das boas.

mas o torturador
eu temo,
pois ele ri
da nossa dor.

- Vaner Micalopulos


postado em por admin em poesia Comentários desativados

dita dura

hoje
você apoia
a dita dura

amanhã
aprenderemos
duras lições

lição 1:
não há mole
dita dura

lição 2:
não há clara
dita dura

a censura
(como sempre)
será o legado
da dita dura

perderemos tudo
que hoje
nos deixa
ligados

tevê, jornal
nada do real
estará lá
pra se ver

tudo será feito
às escuras

parece romântico
mas dói

hoje
você apoia
a dita dura

amanhã
a dita dura
nos mói

- J.Castro

postado em por admin em poesia Comentários desativados

pense fora da caixa


postado em por admin em poesia Comentários desativados

bafo gravitacional


postado em por admin em poesia Comentários desativados

desaforismos

leia mais

postado em por admin em poesia, prosa Comentários desativados

(a mente)

a mente
me supera
nesta vontade
de conhecê-la:
a mente
sempre vence:
ela também
(a mente)
quer se conhecer:
um auto
reconhecimento
ao contrário
que me deixa
perto de adoecer:
a mente
me supera
e então
já não sou mais
necessário:
e nem
necessitado:
fico livre
quando a mente
se livra
de mim

- J.Castro


postado em por admin em poesia Comentários desativados

interessado

você quase
que me esquenta
nessa lourice
de traços gélidos

eu estou
muito interessado
mas me dá licença

sou o cara
que não presta
atenção
no seu jogo

fiquei sendo
(na tensão
do seu jogo)
apenas o cara
que não presta

bem feito
o mal jeito
que você
me fez

criatura
que criei
e agora
tenho que
aturar?

a partir
de agora
será assim:
eu só vou
se você
não for

dá licença

- J.Castro


postado em por admin em poesia Comentários desativados
www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top