dano colateral

cama e paz. os roxos que se acumulam nas peles molhadas são as marcas eróticas das guerras travadas em defesa do nosso amor. cama é trincheira. bate cabeça na parede, estoura pele com pele, toma tiro de travesseiro. tudo na cama é dano colateral. vamos superar essas coisas de fogo amigo. tá na cama é pra se queimar. ofereço o peito, de muito bom grado, ao tiro bem dado. então não tira o corpo fora. cai na cama. amor é guerra. cai da cama. agora volta. aqui sou ditador, captor e invasor. não me venha com trégua, por favor.

- J.Castro





postado em por admin em prosa deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top