enterro azedo

enterro

existem certos babacas que eu gostaria que me fizessem o favor de não irem ao meu enterro. isso é uma coisa que precisa ser dita agora, claro, antes que eu morra. uma coisa que precisa ser combinada. então eu deixo por escrito, sem citar nomes, deixo registrado este meu desejo, que eu gostaria de ver realizado. ou seja: que os babacas não compareçam ao meu enterro. deixem-me em paz, pelo menos na morte, que pode aparecer a qualquer momento. mas não agora, por favor. pois nessas coisas de morte eu gosto mesmo é de procrastinar. e viver é pra ontem. eu tô atrasado pra viver. é pra quando essa coisa de viver? é pra ontem, rapaz. então dá licença. porque eu não gosto de falar sobre isso. morte, vê se me erra.

- J.Castro





postado em por admin em prosa deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top