casos de família

família lá. família cá. existe por aí uma supervalorização da ideia de família. nem toda família é boa. essas pessoas que defendem a ultracaretização do conceito de família também tiveram suas famílias. foram elas boas ou ruins? sei lá. não farei o mesmo que os ultracaretas. não meterei o dedo na família alheia. não me importo se elas, as famílias, são boas ou ruins. ou eficientes. eu gosto de pensar numa família como algo que deveria apenas ser caracterizado como eficiente ou não. a família do pedófilo do bairro? nada eficiente. também não defenderei aqui a beleza da eficiência familiar. pois imaginem se a família do Kafka tivesse sido totalmente eficiente? não teríamos aqueles livrinhos, tão apetitosos, tão bonitos na prateleira de casa. a questão não é simples. e não serão os vlogueiros polissilábicos ou os pastores rábicos que resolverão a indecisão social. seremos nós. com as nossas famílias. dentro de nossas casas. sem deixarmos que nos digam como deveriam ser as nossas famílias. a sua família. cada um na sua. pois de família, já basta a minha.

- J.Castro





postado em por admin em prosa deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top