há sábado

há primeiro: um acordo melado
de que se ficará apenas
pelo tempo necessário
para melhor conhecer
as saídas dessas melecas.

há segundo: a necessidade
de acreditar que o tal
tempo necessário
nada mais é do que
as ramificações impossíveis
de um eterno vamos ver.

há terceiro: a ilusão de cristalização
e a incabível suposição de que existirá
qualquer coisa parecida
com um inatingível pra sempre.

há quarto: o desacordo
com a ruptura sempre real
do delírio abstrato
e a percepção
de que o acordo melado
nada mais era
do que mania de quarto.

há quinto: as mentiras
e o olho ensaiado de quem
muito repete
eu não minto.

há sexto: as brigas que deixaram
de parecerem bonitinhas há muito tempo
para serem apenas um puro ódio
em forma de texto.

há sábado: e tudo fica bem.

- Vaner Micalopulos





postado em por admin em poesia deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top