O MEU PARECER

Quando me desembesto a falar
é só, na verdade, um modo de ser besta
mas sem o parecer.

O parecer.

Eu pareço inteligente
porque ando com cadernos
e às vezes veem-me também com livrinhos
posicionados nas minhas axilas úmidas e fedidas,
não vou fingir que elas não fedem,
ninguém espera nada muito diferente
de um poeta como eu.

Poeta fedido. Ninguém aguenta.

Então eu também ando com os meu livros
encaixados nas axilas,
como aquelas menininhas acadêmicas,
universitárias diversas,
que estão sempre com os seus livrinhos
encaixados nas suas axilas jovens,
tão jovens e suaves.

Enfim, essa coisa, pelo menos comigo,
de andar com os livrinhos e os caderninhos
de um lado pro outro, fingindo intelectualidades,
é só questão de aparência mesmo.

Não se enganem.

É este o meu parecer.

(Michel Consolação) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *