pro pessoal

pessoal

nada pessoal com o seu pessoal. mas vamos combinar, não? essa galerinha fingindo que é da pesada. a conversinha babaca. não sei. tá na cara que eu não sei. tá na cara que eu não curto. olhe pra mim: escondendo o desespero debaixo do copo de chopp. que, aliás, está uma bela merda. por que eu venho aqui mesmo? sei lá. por sua causa, talvez. pra encontrar os seus amiguinhos. ok, eu aguento. e lamento. sou chato. complicadinho. as pessoas falam: vá a um terapeuta. para avaliar a minha chatice, será? eu não preciso de diagnóstico para o óbvio. prefiro o bar. mesmo um bar horroroso como este aqui. as pessoas ficam meio abismadas quando eu falo esse tipo de coisa. com formato de abismo mesmo. aí eu facilito pra elas e digo que estou só brincando. qualquer coisa só pra passar adiante a indignação alheia. acrescento que um dia talvez eu vá ao terapeuta. e que eu faço essas brincadeiras, falo essas besteiras, porque eu sou assim mesmo. é só não levar pro lado pessoal. e nem me levar pra sair com o seu pessoal.

- J.Castro





postado em por admin em prosa deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top