dano colateral

cama e paz. os roxos que se acumulam nas peles molhadas são as marcas eróticas das guerras travadas em defesa do nosso amor. cama é trincheira. bate cabeça na parede, estoura pele com pele, toma tiro de travesseiro. tudo na cama é dano colateral. vamos superar essas coisas de fogo amigo. tá na cama é pra se queimar. ofereço o peito, de muito bom grado, ao tiro bem dado. então não tira o corpo fora. cai na cama. amor é guerra. cai da cama. agora volta. aqui sou ditador, captor e invasor. não me venha com trégua, por favor.

- J.Castro




postado em por admin em prosa deixe um comentário

3 do Jota

postado em por admin em poesia deixe um comentário

tipo golfinho

postado em por admin em prosa deixe um comentário

devagar

vagar

postado em por admin em os gráficos, poesia deixe um comentário

bo-ni-ta

postado em por admin em prosa deixe um comentário

bem sentido

ainda nessas de sentido? na procura pelo sentido eu já fui e voltei várias vezes. em vários sentidos. o bastante para perceber que o sentido já era. e o sem sentido, isso também: é passado. não ter sentido nenhum é um sentido. se a mente se posiciona, é sentido. deve-se deixar a mente um pouco fora do processo. explodir com as sensações num vetor sem sentido. ser apenas mudança mecânica e escolher uma direção. para isso, é preciso que a mente esteja em linha com as sensações. encontrar o sentido na organização dos sensores. superar o sem sentido. ser bem sentido.

- J.Castro

postado em por admin em prosa deixe um comentário

quero namorico

namorico

postado em por admin em poesia deixe um comentário

o-mal-pra-pessoa

postado em por admin em poesia deixe um comentário
« Previous   1 2 ... 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 ... 33 34   Next »
www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top