FORA DO SONHO

sai

FORA DO SONHO

acorrentado às memórias
preso ao passado
atormentado pelo nada
(o passado não existe)

os sonhos me zoam
e eu tomo tanto fora
num ato de puro sonhar
que já não sei mais
qual a diferença
entre vigília e sono

então você aí
que me aparece nos sonhos
só pra me pedir desculpas
pode parar
eu já entendi:
isso só me faz lembrar
que você nunca voltará
pra cá

para de me aparecer
desse jeito
(fazendo o favor)
os sonhos são meus

respeita o meu
espaço onírico

sai de lá
se não for
pra ficar cá

você me pede desculpas
e agora eu sei
que nunca mais teremos
um fica cá

- Vaner Micalopulos




postado em por admin em poesia deixe um comentário
www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top