todo defeito

tododefeito

é que as coisas vão se encaixando. não do nada. mas no nada.

então as coisas vão que vão. mas as palavras colocam tudo numa linha reta. palavras chatas. elas colocam tudo numa linha reta. não existe maneira mais enfadonha de viver do que numa linha reta. não farei uma apologia das linhas curvas. na verdade, elas até me enjoam um pouco. eu peço pra abrir a janela quando estou dentro de um carro fazendo curva. sou todo enjoadinho. sempre fui assim. isso eu puxei da minha mãe. que é enjoadinha também.

e não tem coisa mais clichê no mundo do que escrever sobre as coisas. tem um livro do Heidegger que se chama: a coisa. acho o melhor título de livro que poderia existir. pena que foi usado num tão chato: livro.

você vai ver: eu sou todo defeito. basta que se espere um pouco. não precisa muito. três, quatro, cinco: horas.

e a gente só tem essa existência de linha reta. a gente acha que vai dar certo, contanto que se fique numa linha reta. mas isso é uma ilusão. é tudo ilusão? aqui eu paro com a confusão. se tudo fosse ilusão: pra quê? desperdício de realidade, isso que seria. isso que é.

então não tem coisa nenhuma. tem eu e você. criando conversas paralelas com nós mesmos. encaixando de longe. mas encaixando.

no nada.

- J.Castro





postado em por admin em prosa deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top