você

maisdevc

sim, o meu tema é você. não o você, com esse artigo que serviria apenas para dar uma pincelada filosófica no inútil. de inútil pra inútil. mas você, sim, você aí. é você o meu tema. porque eu não consigo sair de mim. e eu preciso de uma base fora deste eu. pra enxergar o mundo. aí, onde está você. me olhando. você me olha e eu sinto uma certa compaixão da sua parte. uma energia boa, até. meio parecida com a pena. talvez seja pena. eu às vezes tenho certeza que você tem pena de mim. eu acho mesmo que você só não vai embora meio de pena. pois isso seria uma enorme sacanagem com o velho aqui. que só pensa em você. pensando numa maneira de inverter essa polaridade e colocar mais de você em mim. dessa maneira eu acabo por me conectar com o mundo. isso que eu falo, parece exagero, mas é só verdade. não é enfeite. a gente enfeita tudo nos dias de hoje. o enfeite não presta pra nada. só pra enfeitar. e ninguém gosta de um enfeite. esta que é a verdade. o enfeite é o estatuto da falsidade. pensemos bem. enfeitemos menos. eu e você aí, que tem pena de mim. abre esse mundo pra mim, por favor. sem enfeite.

- J.Castro





postado em por admin em prosa deixe um comentário

adicione comentário

www.scriptsell.netBest Premium Wordpress Theme/Best Premium Wordpress Theme/ Top